Pular para o conteúdo
Voltar

Setas levou registro civil para mais de mil indígenas

Este é o primeiro documento do cidadão que garante acesso a direitos básicos, como saúde, educação e voto, além de inclusão em programas sociais.
Assessoria | Setas

Jana Pessôa
A | A

O projeto de Cidadania Indígena realizado pela Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas) chegou a atender 1.032 indígenas, com emissão de documentos, atendimentos de saúde e cidadania. O registro Civil é o primeiro documento do cidadão que garante acesso a direitos básicos, como saúde, educação e voto, além de permitir a inclusão em programas sociais.

Em Mato Grosso, 44 municípios possuem aldeias, que concentra mais de 51.696 índios, conforme levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de crescimento dos povos indígenas no Brasil é de 10,8%, enquanto os outros povos crescem cerca de 2% ao ano. O projeto tem como objetivo a redução do índice de povos indígenas que ainda não possuem documentação básica e, portanto, não têm acesso aos principais direitos do cidadão.