Pular para o conteúdo

Setas realiza 4.328 atendimentos de cidadania na Caravana

A população do Vale do Araguaia foi atendida na sexta-feira e no sábado (28.04 e 29.04), Dias D da Caravana, no Complexo Esportivo Gezil Araújo
Katiana Pereira | Setas-MT

Jana Pessôa/Setas-MT
A | A

A Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT) realizou 4.328 atendimentos de cidadania durante a sexta edição da Caravana da Transformação, realizada no município de Porto Alegre do Norte (1140 km de Cuiabá). A população do Vale do Araguaia foi atendida com estes serviços na sexta-feira e no sábado (28.04 e 29.04), Dias D da Caravana, no Complexo Esportivo Gezil Araújo.

Além da população da cidade que sediou o evento, foram atendidos os moradores de Alto Boa Vista, Bom Jesus do Araguaia, Canabrava do Norte, Confresa, Novo Santo Antônio, Santa Cruz do Xingu, Santa Terezinha, São Félix do Araguaia, São José do Xingu, Serra Nova Dourada e Vila Rica.

Os serviços foram realizados no setor de cidadania da Caravana, coordenado pela Setas. Entre eles, estão as emissões de 110 documentos de CPF e 70 certidões (nascimento, casamento e óbito). Somente no setor de estética, coordenado pela Galvan Escola de Cabelereiros, foram realizados 1.838 atendimentos. O Programa Emprega Rede e a Superintendência de Qualificação Profissional da Setas ofereceram bolsas gratuitas do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e da Unopar de Porto Alegre do Norte. O Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), Serviço Nacional de Emprego (Sine) e a Prefeitura da cidade sede da Caravana oferecerem atendimentos gratuitos, em parceria com a Setas.

O governador Pedro Taques reconheceu que ainda há muito para ser feito, mas garante que o Governo tem se dedicado para atender as principais demandas da região. “O Estado deve ir onde o cidadão está e temos nos esforçado muito para vencer todas as barreiras”. Ele, o vice-governador e os secretários de Estado se reuniram com 15 prefeitos, nove vice-prefeitos, vereadores e lideranças políticas dos municípios da região do Araguaia.

O secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social, Max Russi, avaliou como positiva a ação do Governo do Estado que, além de serviços deixou investimentos na região, historicamente conhecida como “Vale dos Esquecidos”.  “Essa é uma região que durante muito tempo sofreu com a falta de investimentos. Além dos serviços de cidadania, trouxemos atendimentos de saúde e investimentos. O Governo inaugurou escolas, entregamos uma balsa para auxiliar os indígenas da região do Xingu, e foi feito investimento na área de infraestrutura. Teremos outras edições e é gratificante promover essa transformação. Esse não é mais o Vale dos Esquecidos, seguimos o lema desse Governo de não deixar nenhum mato-grossense para trás”, afirmou.

O motorista Robinei Rodrigues da Silva, de 33 anos, levou os filhos de cinco e seis anos de idade ao setor de cidadania da Caravana da Transformação, para confecção dos documentos pessoais: RG e CPF. O trabalhar avaliou como positiva a ação do Governo do Estado de Mato Grosso, por aproximar a população dos serviços essenciais que garantem a cidadania plena.

“Escutei na rádio o anúncio da Caravana e não pensei duas vezes em trazer os meus filhos para fazer os documentos deles. Já tiramos as fotos e fica pronto na hora. Fomos muito bem atendidos pelas pessoas que trabalham para o Governo. Alguns colegas estavam em dúvida sobre as ações e eu indiquei para muitas pessoas. Além dos documentos, tem vários serviços que facilitam a nossa vida”, relatou o morador de Porto Alegre do Norte.

Quem também aproveitou os serviços da Caravana da Transformação foi a aposentada Solimar Paes Tavares de Almeida, de 65 anos, que precisava fazer a segunda via dos documentos pessoais que foram furtados durante uma viagem à cidade de Goiânia (GO). Solimar estava acompanhada da filha e do neto de quatro meses, que foi incluído no cadastro do programa Bolsa Família.

“Eu estive em Goiânia para a formatura da minha filha caçula, dentro do ônibus coletivo cortaram a minha bolsa e levaram a minha carteira com todos os documentos dentro. Eu aproveitei a Caravana para pedir a segunda via, porque é mais rápido. Em Porto Alegre do Norte não temos como fazer esse serviço, eu teria que ir para outra cidade. O problema é que sem o documento eu nem consigo marcar a minha passagem gratuita por ser idosa. Então, estava difícil pra mim. Agradeço ao governador Pedro Taques por ter trazido esse monte de serviços para a gente”, relatou a aposentada.

Entre os serviços de cidadania ofertados estão: solicitação de 2ª Via das Certidões de Nascimento, Casamento e Óbito, emissão de 1ª e 2ª Via de CPF e de fotos 3x4 para a confecção de documentos, cópias e plastificação de documentos diversos. Todas essas ações foram realizadas sem custo. O Cras ofereceu cadastramento no CadÚnico, no programa Bolsa Família, além de orientações sobre o acesso a programas sociais do Governo e solicitação da Carteira do Idoso.