Pular para o conteúdo

XXI Fórum Nacional da Justiça Juvenil é realizado em Cuiabá

Assessoria | Setas/MT

Jana Pessôa/Setas-MT
A | A

Representantes e magistrados de todos os estados do país, participaram do XXI Fórum Nacional da Justiça Juvenil (Fonajuv) iniciado nesta quinta-feira (10.08) no Hotel Deville Prime, em Cuiabá. O evento conta com o apoio de parceiros e segue até sexta-feira (11.08).

Na programação, serão realizados debates sobre os cadastros da infância e da juventude, histórico e desafios do (Fonajuv) e a socioescolarização no atendimento socioeducativo, tendo como base as diretrizes nacionais para o atendimento escolar de adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas.

O secretário de Trabalho e Assistência Social, Max Russi, participou da abertura, representando o Governador Pedro Taques, e destacou a importância do fórum em Cuiabá. “Chamar a população para este tema é muito importante. Além disso, precisamos propor ações efetivas que cheguem até a população. Criamos o programa Pró-familia, que criou uma grande rede de proteção social. São mais de  6.000 agentes, trabalhando nos 141 municípios do estado de Mato Grosso e apoiando as famílias”, disse o secretário durante o seu discurso. o secretário.

A presidente do Fonajuv, a magistrada Ana Cristina Borba Alves, explicou que para auxiliar e fortalecer o entendimento entre os representantes e as instituições são feitas oficinas e elaborações de temas. Ela também conta que este encontro proporciona compartilhamentos de vários membros e que cada um, apresenta suas experiências positivas em nome da campanha.

A desembargadora e Corregedora-geral da Justiça de Mato Grosso, Maria Aparecida Ribeiro, agradeceu a participação de representantes de diversos setores da sociedade no evento. “Agradeço a oportunidade de sermos comtemplados, o nosso objetivo é alcançar jovens que se encontram em conflito com a lei e este fórum está composto por pessoas de outros estados que também está em prol desta luta”, disse.

Também estiveram presentes no evento a prefeita do município de Várzea Grande Lucimar Campos, a Desembargadora e Coordenadora da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher) Maria Erotides Kneip Baranjak, Desembargador do Tribunal de Justiça (TJ/MT) Antônia Siqueira, Presidente da Comissão da Juventude da OAB, Tatiane Barros, Promotor de Atos Infracionários do Ministério Público, Rogério Souza, Presidente da Amam, José Arimátea, Casimira Benge (Unicef) e do Conselho Regional de Administração Carlos Eduardo Oliveira.

O evento conta com o apoio do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso, da Associação Brasileira dos Magistrados da Infância e da Juventude (Abraminj) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Fonajuv

Criado em 8 de agosto de 2008, com caráter permanente e autônomo, o Fórum é composto por magistrados de todo o país, com representatividade do CNJ; Abraminj e Associação Brasileira de Magistrados, Promotores e Defensores Públicos da Infância e da Juventude (ABMP).

O objetivo do Fonajuv é conhecer a realidade de cada região, os desafios e as experiências exitosas, buscando a construção de ferramentas para garantir a agilidade e a concretude na aplicação das medidas socioeducativas pelos juízes da área da Justiça Juvenil.